You are hereResumo

Resumo


Adiposidade excessiva está associada ao aumento na morbidade e mortalidade cardiovascular. As células progenitoras endoteliais originárias da medula óssea possuem um importante papel no reparo vascular, angiogênese e, consequentemente, no risco cardiovascular. Contudo, não está claro se o aumento da adiposidade está relacionado diretamente com a redução da função das células progenitoras endoteliais. Dessa forma, um grupo de pesquisadores
americanos avaliou a função (capacidade de liberação de fatores pró-angiogênicos, susceptibilidade de morte celular, capacidade de migração e comprimento de telômero) das células progenitoras endoteliais em indivíduos com sobrepeso/obesos, em comparação com indivíduos com peso normal. Os pesquisadores verificaram que
as células progenitoras endoteliais de indivíduos com sobrepeso/obesos apresentam uma habilidade de liberação de fatores pró-angiogênicos reduzida, bem como maior susceptibilidade a morte celular. Contudo, a capacidade de migração celular e o comprimento de telômero não se apresentaram alterados em indivíduos com sobrepeso/obesos em relação a indivíduos com peso normal. Novos estudos são necessários a fim de determinar os possíveis mecanismos pela redução da função das células progenitoras endoteliais em indivíduos com sobrepeso/obesos em relação aos indivíduos com peso normal. Vale ressaltar que, nesse contexto, os indivíduos com sobrepeso apresentaram o mesmo comportamento que os indivíduos obesos, ou seja, o estado de sobrepeso não deve ser negligenciado e sim, considerado também um fator de risco cardiovascular, juntamente com a obesidade. Os resultados desse estudo sugerem que a redução na liberação de fatores pró-angiogênicos e a maior susceptibilidade de morte das células progenitoras endoteliais de indivíduos com sobrepeso/obesos possam promover uma menor capacidade angiogênica e neovascularização no sítio com injúria e, assim, aumentar o risco cardiovascular nesses indivíduos.

AnexoTamanho
obesity_2010_endothelial_progenitor_cell_function_apoptosis_and_telomere_length_in_overweight_obese_humans.pdf4.81 MB