You are hereEfeitos agudos e crônicos do exercício sobre marcadores inflamatórios e peptídeo natriurético tipo-B em pacientes com doença arterial coronariana

Efeitos agudos e crônicos do exercício sobre marcadores inflamatórios e peptídeo natriurético tipo-B em pacientes com doença arterial coronariana


A inflamação tem um papel essencial na inflamação e pode ser o gatilho para eventos coronarianos agudos. Neste contexto, o exercício físico é uma ferramenta não farmacológica capaz de atenuar a inflamação. Porém existe um paradoxo entre o efeito agudo e crônico do exercício sobre os marcadores inflamatórios em pacientes com doença arterial coronariana. Outro marcador importante, mas pouco estudado em relação ao exercício é o peptídeo natriurético tipo-B, um bom marcador de condicionamento cardiovascular geral. Sendo assim, o estudo procurou avaliar o efeito não farmacológico do exercício físico crônico e agudo sobre marcadores inflamatórios e níveis de peptídeo natriurético tipo-B em pacientes com doença arterial coronariana. 34 pacientes com DAC realizaram exercícios agudos, foram randomizados em grupo treinamento (exercício crônico) e controle e repetiram os exercícios. No grupo todo o exercício agudo elevou os marcadores inflamatórios e após o treinamento o grupo treinado reduziu a resposta inflamatória (PCR) e os níveis de BNP. O estudo concluiu, então, que o treinamento reverteu a resposta inflamatória causada pelo exercício agudo em pacientes com DAC. Porém, o estudo apresentou limitações como n baixo, possivelmente sendo responsável pela ausência de diferença nos parâmetros hemodinâmicos. Além disso não dosou creatina fosfatase, indicador de injúria muscular, que esta diretamente relacionada com atividade muscular. O artigo mostrou-se interessante por investigar a influência do treinamento sobre a resposta inflamatória após sessões agudos de exercício em pacientes com DAC, que pode ter comportamento igual a eventuais casos de sepse e traumas. Porém mostrou-se confuso na exposição de resultados importantes, como na figura 2 e 3.

AnexoTamanho
apresentacao_lace_-_111219.pdf970.74 KB